22/11/2023 às 14h04min - Atualizada em 23/11/2023 às 00h00min

Romance juvenil ambientado no Parque Nacional do Itatiaia é lançado na FLIP

No Pico das Agulhas conta a história de uma guia de escaladas que tem síndrome do pânico

Sandro Fraga
Redação
Divulgação
Luiza é uma jovem de 22 anos que acaba de realizar o sonho de se tornar guia de escaladas no Parque Nacional do Itatiaia. Sua alegria dá lugar à insegurança quando descobre que Fernando Campanaro, colega de infância responsável por um grande trauma, fará parte do primeiro grupo que conduzirá. Um acidente durante a expedição exigirá o controle total de Luiza, trará revelações do passado, mostrará que ela pouco sabe sobre Fernando e fará com que suas desconfianças em relação a ele deem lugar a um sentimento inusitado

. O lançamento presencial do livro será na FLIP de Paraty no dia 25 de novembro às 8h00 na Casa Escreva, Garota!, um clube de apoio a mulheres escritoras. O e-book já está à venda na Amazon e disponível no Kindle Unlimited. No Pico das Agulhas é o terceiro livro da escritora Adriana Jungbluth e conta com ilustrações de Rodisley J. Silva. O livro é uma publicação independente. Para escrevê-lo, Adriana dedicou bastante tempo pesquisando sobre a região e conversando com guias de escalada. Também fez uma vasta pesquisa sobre a síndrome do pânico, mergulhou em livros sobre o tema, entrevistou pessoas e contou com a leitura sensível de um familiar acometido pela síndrome.

A autora visitou o parque nacional diversas vezes e subiu o Pico das Agulhas Negras, repetindo os passos da protagonista. “Sempre quis escrever um livro ambientado no Parque Nacional do Itatiaia! Desde criança essas montanhas já me cativavam. Passava as férias num sítio da família na região e meu pai contava histórias da minha avó, que foi uma das primeiras mulheres – se não a primeira – a subir o Pico das Agulhas Negras como guia. Queria atingir o Pico como ela, e mais que isso, criar uma história que levasse os leitores a sentirem como é realizar uma expedição nas alturas.”- disse a autora. Adriana Jungbluth é jundiaiense, escritora, roteirista e produtora. Tem formação em roteiro pela EICTV em Cuba e pós-graduação em Cinema pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Escreveu e produziu o curta-metragem Maybe just the plant (Berlim/2018) e roteirizou a web-série documental Saúde e Memória: O Legado de José Silveira (Olhos de Lince Filmes/2021)

. Seu primeiro livro publicado foi o juvenil Uma Lenda Japonesa (Ed. Coerência/2019) seguido pelo infantil Timóteo e as Árvores (Ed. Sinna/2022). Possui participação em sete coletâneas.

Serviço do lançamento com sessão de autógrafos Onde: FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, Casa Escreva, Garota! Travessa Gravatá, 56C Quando: sábado, 25 de novembro de 2023 às 8h00 Páginas: 212 E-book: https://www.amazon.com.br/dp/B09VQ23DZ

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canaldautopia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp