14/02/2024 às 16h33min - Atualizada em 14/02/2024 às 20h00min

Remédio é o Samba - bloco fundado há 24 anos leva a alegria do carnaval para dependentes químicos da Baixada Fluminense

Assessoria de Imprensa
Janaína Souto
Tradicional bloco de Copacabana - fundado há 24 anos por um grupo de médicos e por integrantes da Velha Guarda da Mangueira e da Velha Guarda do Salgueiro - leva samba para Duque de Caxias Além do bloco, o evento gratuito conta com a participação especial do grupo de samba gospel “Chega mais pra Cristo”.  O Projeto conta com patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através dos Edital Folia RJ2.

Música cura? O samba faz bem para a saúde? Está mais do que provado que música é capaz de reduzir a ansiedade, tirando o foco do sofrimento e aliviando a tensão. Apostando no poder do samba, o tradicional bloco de Copacabana O REMÉDIO É O SAMBA vai levar a folia para a Fazenda Paraíso, o maior centro de recuperação de dependentes químicos do país, localizado em Xerém, Duque de Caxias. Será no próximo dia, 17 de fevereiro, às 15h.

Fundado há 24 anos por um grupo de médicos e integrantes da Velha Guarda da Mangueira e da Velha Guarda do Salgueiro, o bloco promove, pela segunda vez, a ação carnavalesca graças ao patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, por meio dos editais Folia RJ 2023 – Bloco nas Ruas.

Comandando O REMÉDIO É O SAMBA, estão o sambista Paulo Luiz e a cantora Márcia Pacheco, que vão contar com a participação especial do grupo de samba gospel “Chega mais pra Cristo”. A apresentação será realizada para 65 internos e funcionários da instituição, e aberta, gratuitamente, para o público em geral.
 
“Os integrantes estão sempre atentos aos acontecimentos e buscam por novas interações musicais. Exemplo disso é a atual união do samba raiz com o movimento cultural cristão do samba gospel, especialmente pensada para a apresentação na Fazenda Paraíso”, destaca Márcio Marques, museólogo e idealizador do projeto.
 
Elo entre a Saúde e a Cultura
 
Fundado no ano 2000, com apoio de médicos e pessoas apaixonadas pelo samba raiz, especialmente integrantes da Velha Guarda da Mangueira e do Salgueiro, o tradicional bloco de rua sempre arrastou milhares de foliões em Copacabana.

Mas, para além da folia de rua, O REMÉDIO É O SAMBA prima por construir pontes entre a saúde e a cultura, ao som do nosso samba e abraçando temas relacionados à saúde e ao bem-estar, sempre cumprindo uma agenda de cidadania. Sendo assim, levar à Fazenda Paraíso uma experiência diferente de alegria só reforça o compromisso do grupo com a cultura e a saúde mental e emocional das pessoas.

A pauta cidadã está no DNA do bloco. Em carnavais anteriores, O REMÉDIO É O SAMBA fez shows em benefício de desabrigados, com distribuição de milhares de preservativos; foi o único bloco parceiro do Hemorio, ao lado das grandes escolas de samba, em campanha de doação de sangue; e realizou ações de conscientização em defesa do ciclista no trânsito e de prevenção ao câncer de pele. E mais: o bloco firmou-se como um ponto de cultura do Ministério da Cultura (MinC) por ter oferecido oficinas e aulas de audiovisual a crianças da rede pública de ensino. Uma experiência em parceria com o Studio Escolas de Atores.

Este ano, além da apresentação para os dependentes químicos em tratamento de reabilitação na Fazenda Paraíso, o grupo vai realizar uma palestra na primeira semana de março, na Escola Municipal Joaquim da Silva Peçanha, também em Duque de Caxias. O tema da conversa com os estudantes e profissionais de educação será a importância do carnaval carioca, e haverá a exibição do documentário "Para onde vai o Carnaval Carioca?", produzido pelo bloco em 2021, com recursos da Lei Aldir Blanc.   A produção é da Vibe Agency.
 
Sobre Márcia Pacheco

Márcia Pacheco é diretora do bloco O REMÉDIO É O SAMBA. Inspiradora mulher de 63 anos e auxiliar de secretaria na Escola Municipal Joaquim da Silva Peçanha, em Duque de Caxias ela se destaca como uma personificação da crença de que nunca é tarde para realizar sonhos. Não é uma artista renomada, mas, sim, uma mulher comum, mãe, trabalhadora e poetisa.

Como funcionária da Escola Joaquim da Silva Peçanha, Márcia não apenas desempenha um papel vital na comunidade, mas também revela sua faceta artística. Teve a oportunidade única de estrear como compositora por meio de um edital e, no ano seguinte, desafiando expectativas, subiu ao palco do Imperator para estrear como cantora ao lado de nomes consagrados como Rixxa, Eraldo e Paulo Luís, com direção e produção de Macaco Branco, mestre de bateria da Unidos de Vila Isabel.
 
SERVIÇO
 
Apresentação do bloco carnavalesco O REMÉDIO É O SAMBA, com os cantores Paulo Luiz e Márcia Pacheco, e participação especial do grupo de samba gospel Chega mais pra Cristo
Data: 17 de fevereiro de 2024 (sábado)
Horário: 15h
Local: Fazenda Paraíso
Endereço: Rua Lair Silveira Amorim, em frente à Estrada do Tabuleiro – Duque de Caxias
Evento Gratuito
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canaldautopia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp