23/02/2024 às 15h42min - Atualizada em 27/02/2024 às 00h00min

Iniciativa Zona de Propulsão oferece mentoria gratuita para artistas e produtores de música e tecnologia

Evento com patrocínio da Oi destaca-se por sua dedicação em explorar as oportunidades oferecidas pela internet e o compartilhamento global de conhecimento

Henrique Aragão
https://midianinja.org
Mídia Ninja
 

Crédito: Mídia Ninja

Legenda: Zona de Propulsão premiará iniciativas musicais e tecnológicas no Rio. Hackathon e mini-festival impulsionam inovação no mercado independente.

 

Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 2024 - Os parceiros de longa data MAIS (Movimento de Ação Social) e Mídia NINJA iniciaram nesta sexta-feira, 23 de fevereiro, mais uma edição de verão do projeto Zona de Propulsão. A iniciativa busca movimentar o mercado independente de música brasileira por meio da criação de um metaverso em que será possível experienciar eventos artísticos de forma híbrida, tanto no ambiente presencial quanto no virtual. O projeto tem patrocínio da Oi e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e apoio cultural do Estúdio Krya e do Labsonica, laboratório de experimentação musical do instituto Oi Futuro.

 

Como parte do desenvolvimento deste metaverso, realizado na sexta, 23, e sábado, 24, o hackathon “Desafios da Música”, focado na criação de soluções inovadoras e disruptivas para moldar o futuro da música por meio da tecnologia. O evento, que ocorre no Lab Oi Futuro, no Flamengo, vai reunir mentes criativas e abordar questões fundamentais relacionadas ao mercado musical independente, proporcionando um espaço de colaboração para artistas, bandas, produtores e o público interessado. 

 

A plataforma do metaverso será hospedada na Spatial.io, proporcionando uma base sólida para experiências imersivas únicas. Para tornar a experiência ainda mais construtiva, o hackathon vai contar com a participação de relevantes nomes do mercado da música e tecnologia, como Dríade Aguiar, uma das cocriadoras do Mídia NINJA; Mayara Almeida, Especialista de Comunicação, Diversidade e Inclusão na Sony Music Brasil; Talles Lopes, cientista social e ativista cultural; Gean Guilherme, artista digital e especialista em tecnologias emergentes e imersivas; dentre outros.

Lançamento

Após a realização do hackathon, um evento de lançamento da plataforma desenvolvida pelos participantes será dia 24 de março no centro cultural Futuros - Arte e Tecnologia, no Flamengo, transcendendo as fronteiras físicas e ampliando o alcance da cena artística. Diversas apresentações ocorrerão de forma simultânea tanto no Futuros - Arte e Tecnologia como também na plataforma, conectando participantes de diversas localidades. O metaverso oferecerá uma transmissão ao vivo do local das apresentações, proporcionando uma experiência envolvente para todos.

“Está no nosso nome. O Futuros - Arte e Tecnologia incentiva as tecnologias que impulsionam e expandem as fronteiras das artes e da música. A realização do Zona Propulsão no Lab Oi Futuro e no centro cultural se encaixa perfeitamente na proposta do espaço e estamos ansiosos para conferir o que virá”, afirma o gerente de cultura do Oi Futuro, Victor D’Almeida.

Realização: Mais e Zona de Propulsão

Patrocínio: Oi, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Governo do Estado do Rio de Janeiro

Apoio Cultural: Oi Futuro, Estudio Krya e Labsonica.

[Redes Sociais]

https://www.instagram.com/lab_elaborando/

https://www.instagram.com/zonadepropulsao/

Sobre o MAIS:

 

O MAIS - Movimento de Ação e Inovação Social foi criado em 2011 com o objetivo de apoiar a promoção de uma sociedade mais inclusiva, atuando na elaboração de metodologias e estratégias para o desenvolvimento social, a partir do apoio ao desenvolvimento e inclusão de pessoas com deficiência, do desenvolvimento de metodologias e estratégias de inovação nos campos da Educação Integral e inclusiva, e da sistematização de projetos de impacto social.

 

Sobre a Zona de Propulsão:

A Zona de Propulsão é um hub de inovação que, a partir da troca de conhecimentos em tecnologia, cultura e comunicação, busca desenvolver tecnologias sociais que colaborem com o processo de mobilização social e empoderamento de cidadãos no Brasil Profundo. 

 

Como um laboratório ativista, de espírito agregador, convergente e inspirador,  segue a ética hacker, com o compromisso de gerar, disseminar e preservar conhecimento e trabalhar com outras pessoas para fazer com que esse conhecimento seja compatível com os grandes desafios do mundo a partir do ativismo. Em seu código fonte, está a multidisciplinaridade, colaboração, acessibilidade, diversidade e software livre.

 

A Zona de Propulsão é uma das engrenagens permanentes de inovação e vivência de futuro da Mídia NINJA.

 

Sobre o instituto Oi Futuro

 

O Oi Futuro é o instituto de inovação e criatividade da Oi para impacto social, que apoia, desenvolve e cocria programas e projetos transformadores nas áreas de Cultura, Educação e Inovação Social. Há 21 anos, o Oi Futuro estimula indivíduos, organizações e redes a construírem novos futuros, com mais inclusão e diversidade, por meio de ações e parcerias em todo o Brasil.

 

Desde 2005, o Oi Futuro mantém o Futuros – Arte e Tecnologia, um centro cultural no Rio de Janeiro com uma programação diversa e inovadora, que valoriza a convergência entre arte contemporânea, ciência e tecnologia. Com média de 100 mil visitantes por ano, o espaço abriga galerias de arte, um teatro multiuso, um bistrô e também o Musehum – Museu das Comunicações e Humanidades, com acervo de mais 130 mil peças históricas sobre as comunicações no Brasil. O Musehum oferece experiências imersivas e interativas que convidam o público a refletir sobre o impacto das tecnologias nas relações humanas.

 

O Oi Futuro gerencia o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que já apoiou mais de 2.500 projetos culturais em todo o país ao longo de 17 edições realizadas por editais públicos. Ainda na área cultural, o instituto idealizou e mantém o Lab Oi Futuro, no Rio de Janeiro, que oferece infraestrutura e formação para artistas, profissionais e empreendedores da Economia Criativa.

 

Na área de Inovação Social, o Oi Futuro lançou em 2017 o laboratório de soluções singulares e de impacto para as cidades e a gestão cultural. Desde então, já foram realizados 9 ciclos de aceleração com 143 organizações e negócios de impacto social, impactando diretamente mais de 1.150 gestores sociais com cerca de 14.700 horas de mentorias realizadas. O Oi Futuro tem promovido, assim, um ambiente de conexão, aprendizagem e criação para organizações e empreendedores comprometidos com a transformação de impacto. O Oi Futuro valoriza a diversidade e esse posicionamento se reflete nos números dos programas de aceleração: 52% dos gestores líderes não brancos e 53% são mulheres.

 

Sobre o Futuros - Arte e Tecnologia

Inaugurado há 18 anos com a proposta de democratizar o acesso a experiências de arte, ciência e tecnologia, o centro cultural Futuros - Arte e Tecnologia tem a Oi como fundadora e principal mantenedora. Em abril de 2023, sob a chancela do Oi Futuro, o equipamento cultural se abriu a novos parceiros: EY, Eletrobras Furnas e BMA Advogados são os primeiros patrocinadores anunciados pela instituição.

 

Com programação diversa que aposta na convergência entre arte contemporânea, ciência e tecnologia, o Futuros recebeu, em 2023, mais de 127 mil visitantes. O espaço abriga galerias de arte, um teatro multiuso, um bistrô e o Musehum – Museu das Comunicações e Humanidades, que detém um acervo de mais de 130 mil peças históricas sobre as comunicações no Brasil. O Musehum promove experiências imersivas e interativas que convidam a refletir sobre o impacto das tecnologias nas relações humanas.

 

As galerias do centro cultural já foram ocupadas por expoentes internacionais de diversas vertentes, como Andy Warhol, Nam June Paik, Tony Oursler, Jean-Luc Godard, Pierre et Gilles, David Lachapelle, Chantal Akerman; e brasileiros como Luiz Zerbini, Rosângela Rennó, Daniel Senise, Lenora de Barros, Iran do Espírito Santo, Arthur Omar, Marcos Chaves e outros. Nas artes cênicas, o espaço foi palco de espetáculos inéditos e premiados de Felipe Hirsh, Gerald Thomas, Enrique Diaz, Antonio Abujamra, Denise Stoklos, Victor Garcia Peralta, Aderbal Freire, João Fonseca e outros.

 

Com quase duas décadas de trajetória, Futuros - Arte e Tecnologia também sediou diversos eventos de destaque na cena cultural carioca, incluindo Festival do Rio, Panorama de Dança, FIL, Multiplicidade, Novas Frequências e Tempo_Festival, sendo os três últimos especialmente concebidos para a instituição.

 

Sobre o LabSonica
O LabSonica é o laboratório de experimentação sonora e musical do instituto Oi Futuro, com sede no Lab Oi Futuro, no Rio de Janeiro. Inaugurado em 2018, o espaço promove residências artísticas, shows e ciclos de aceleração de carreiras e projetos, visando estimular a criatividade e a inovação no campo do som e da música. O laboratório é o ponto de encontro de criadores e fazedores de diversas áreas e oferece a infraestrutura necessária para que bandas, músicos, produtores, pesquisadores da arte sonora, gravadoras independentes, desenvolvedores e outros talentos realizem seus projetos sonoros e viabilizem produções independentes. Ao longo dos últimos cinco anos, o espaço recebeu mais de 430 artistas da música brasileira, dentre eles Ney Matogrosso, Zelia Duncan, Pedro Luis e Bala Desejo, e promoveu mais de 2.100 horas de formação sobre a indústria musical, dentre cursos, oficinas e residências.

Serviço:

Para mais detalhes sobre a Zona de Propulsão, incluindo como participar do hackathon, e mais informações sobre o lançamento, entre:
https://www.instagram.com/zonadepropulsao/

 




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canaldautopia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp